A Marcenaria é para todas!

A Marcenaria é para todas!

Mulheres têm conquistado cada vez mais espaço no mercado moveleiro, mostrando que lugar de mulher é onde ela quiser 

Nos últimos anos, o número de mulheres no mercado de trabalho cresceu exponencialmente. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), menos de 14% das mulheres tinham emprego nos anos 1950. Já no último censo, divulgado em 2010, esse número subiu para 49,9%. 

Foto: Rose

No setor moveleiro isso não é diferente e as mulheres vêm ocupando espaço. Felizmente, hoje é comum vermos marceneiras, montadoras e outras profissionais pondo a mão na massa. Como é o caso de Roselaine Rodrigues da Silva.

Ela tem 48 anos, mora em São Paulo e trabalha na construção civil. Rose, como costumam chamá-la, se formou no curso de Meio Oficial de Marcenaria do Leo Social em 2018 e fala um pouco de como é ser mulher e trabalhar nessa área.

“Graças a Deus nunca recebi críticas diretas de nenhum homem, mas sim na administração porque como já trabalhava com obra, que é um serviço pesado, eles reconhecem o grau de dificuldade”. 

Apesar de trabalhar na construção civil, Rose se sente confortável em produzir peças de madeira após ter feito o curso do Leo Social. “Gosto muito de transformar o velho em novo e trabalhar com paletes e madeira”, conta.

“Sempre tem alguma coisa [que envolve o setor moveleiro] pra fazer quando termino uma obra, não vejo problema [de colocar a mão na massa]”, ressalta.  

Ela incentiva que outras mulheres não tenham medo de seguir em uma área como a marcenaria. “Nada é impossível a partir do momento que se toma a iniciativa de aprender. Deixo toda minha esperança de que as mulheres se vejam capazes de colocar a mão na massa ao invés de se lamentar porque não sabe fazer, todos somos capazes”, frisa. Mostrando todo o seu talento e versatilidade em diversas áreas, Rose também trabalha como Designer de Cabelos (confira aqui).  

Mais mulheres na marcenaria

Quem também traz uma bagagem dentro do setor da marcenaria é a Maquiadora e Empreendedora da Moda (clique aqui), Michelle Tancredi Veneziano, de 31 anos. Motivada pela paixão pela marcenaria e pelo design de interiores, ela cursou todos os módulos do curso de Marcenaria do Leo Social nos anos de 2018 e 2019.

“Já tinha feito um curso online de marcenaria, mas precisava aprender a parte prática que, na minha opinião, é a mais importante pois abrange tanto o manuseio das ferramentas e das máquinas estacionárias, quanto as normas de segurança para usá-las”, lembra.  

Foto: Michelle

Michelle se sente independente para produzir peças de madeira devido ao curso. “A junção dos dois cursos que fiz foi essencial para ter uma formação completa. Agora consigo falar com propriedade sobre um assunto com outro colega de profissão e ser admirada pelo meu conhecimento e pelos trabalhos que já realizei”, explica. 

Ela já realizou alguns trabalhos de marcenaria e conta que ter um local apropriado para trabalhar por conta própria é o que a impede de atuar na área: “Se fosse trabalhar para outras empresas como funcionária, acredito que enfrentaria um certo preconceito em algumas, por ser jovem e ser mulher”, conta Michelle. “O mercado da marcenaria já é bem mais inclusivo do que antigamente, mas nós mulheres ainda encontramos uma resistência para ingressar no meio”, pondera.  

Das vertentes da marcenaria, ela se identifica mais com a marcenaria cenográfica, mesmo não tendo trabalhado com isso. No entanto, revela que a marcenaria planejada é a que mais atuou. “É a mais requisitada atualmente”, afirma.

Ela ainda revela como se permitiu aprender e ultrapassar limites. “Por ser baixinha, eu achava que não conseguiria executar algumas tarefas da rotina dentro da marcenaria, mas vi que isso não foi impedimento para tal. O comprometimento e a prática nos fazem aprender tudo que queremos. E mesmo sendo mulheres, podemos exercer a função de marceneiras com muita desenvoltura e capricho”, conclui.  

Mas, e as marcenarias? Estão contratando mulheres? 

Foto: Danilo

Quando olhamos essa questão das mulheres na marcenaria do ponto de vista empresarial, a resposta é direta: “Historicamente mulheres são mais organizadas, prezam pela limpeza e, indiretamente, os homens se comportam melhores na frente delas.

Além também dos clientes gostarem da presença de mulheres em suas residências. O cliente, seja homem ou mulher, se sente seguro na presença delas pois entendem que haverá respeito e zelo no ambiente”, afirma Danilo Pinheiro, Empreendedor e Proprietário da Pinheiro & Design (clique aqui). 

Danilo conta que atualmente trabalha sozinho em sua empresa, mas até ano passado sua esposa, Glaucier Luz, trabalhava com ele, inclusive nas montagens. “Costumo chamar para trabalhos de freelancer uma ex-aluna do curso de Montador e que faz montagens pra mim”, conta Danilo, que também é Marceneiro e Professor, sobre sua ex-aluna Maraci Falconi. 

Foto: Maraci

Referente a questão do machismo nas marcenarias, Danilo explica sua posição: “Até pouco tempo atrás os materiais das marcenarias não se vendiam em pedaços e sim em chapas e peças inteiras. É um material muito pesado e não tem como negar que o homem é mais forte do que a mulher pra carregar peso. Tem suas exceções, claro que tem, mas para a maioria da população o homem é mais forte, fisicamente falando”.  

Sobre inserir mulheres no mercado moveleiro, Danilo é contundente: “A melhor forma de colocar mais mulheres na marcenaria é mostrar, na prática, elas atuando na atividade e servindo de inspiração para novas gerações. Aprendemos uma atividade ou ofício através do exemplo e oportunidade. Então [empresas e marcenarias] mostrarem, inspirarem e proporcionarem a oportunidade [às mulheres] com certeza terá bons resultados”. 

Conheça nossos cursos 

Por meio do projeto da Escola da Marcenaria, o Leo Social oferece diversos cursos de profissionalização para mulheres e homens interessados em aprender mais sobre o setor moveleiro. Temos cursos de Marcenaria, Montador (a), Desenho em 3D e mais. Conheça nossos cursos (clique aqui).  

+ Notícias

Curta e compartilhe!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
WhatsApp
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support