Leo Social e Mackenzie entregam móveis a mães de Parelheiros

Leo Social e Mackenzie entregam móveis a mães de Parelheiros

Ação reuniu alunos do curso de Meio Oficial de Marcenaria do Leo Social e Design do Mackenzie, que produziram móveis para mães e seus bebês assistidos pelo Centro de Excelência em Primeira Infância em Parelheiros – SP 

No dia 15 de junho, os alunos do curso de Meio Oficial de Marcenaria do Leo Social e de Design da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Mackenzie entregaram móveis para mães e seus filhos assistidos pelo Centro de Excelência em Primeira Infância do Instituto Brasileiro de Apoio Comunitário (IBEAC) em Parelheiros, zona sul de São Paulo. A ação reúne os projetos Marcenaria do Bem, do Leo Social; Acolhe do Mackenzie e também as Mães Mobilizadoras do Centro de Excelência em Primeira Infância do IBEAC.  

Foto: Alunos durante a entrega dos móveis

Como parte da disciplina de Projeto IV do curso de Design do Mackenzie, alunos do quarto semestre têm a oportunidade de atender um cliente real. Orientados pelos professores Juliana Bertolini e Rodrigo Loeb, dois dos sete times formados neste semestre tiveram a experiência de trabalhar diretamente com as mães assistidas pelo IBEAC, projetando um móvel que atendesse às necessidades dessas mulheres. 

Neste semestre, duas mulheres foram selecionadas pelas Mães Mobilizadoras do IBEAC para receber os móveis. O pedido dessas mães, a Ellen e a Mayara, foi o de receber uma cômoda, projetada para guardar roupas de seus bebês sem ocupar muito espaço na casa, além de atender outras demandas como a boa divisão de espaços internos.   

Com o projeto já desenvolvido, a responsabilidade de executá-lo ficou com os alunos do curso de Meio Oficial de Marcenaria do Leo Social. Sob orientação da professora Veronica Braga, nossos alunos colocaram a mão na massa para produzir o móvel projetado pelos mackenzistas. As cômodas foram entregues pelos alunos do Leo Social juntamente com os alunos do Mackenzie na casa dessas mães em Parelheiros.  

Essa é a segunda vez que alunos de Projeto IV do Mackenzie e do Meio Oficial de Marcenaria do Leo Social se unem para desenvolver mobiliários a mães de Parelheiros assistidas pelo IBEAC. No segundo semestre de 2020, quatro residências foram atendidas pelo projeto conjunto das instituições.

Como foi a experiência?

“A gente se sente gratificado. Projetos sociais envolvem uma emoção, porque muitas vezes introduzem o aluno em um mundo que ele não conhece. É sempre muito emocionante [esses projetos], porque abre a percepção e sensibilidade. A gente percebe que têm pessoas em situação de vulnerabilidade e que a gente pode ajudar através da nossa profissão”, explica a professora do Mackenzie, Juliana Bertolini. “Sinto que coloca os alunos no melhor lugar que eles podem estar, nessa experiência construída na prática”, completa.  

“Uma pergunta válida é: você já fez o bem a alguém? Se a resposta for sim, você conhece o sentimento fantástico de ser realizador de algo assim. Fazer parte de algo maior, que atinge outras pessoas que você não conhece, mas que você compreende que precisam do seu apoio. Tudo isso diz um pouquinho do que é ter feito parte deste projeto”, exclama Veronica Braga, professora do Leo Social. “Ser marceneiro ou ser designer é uma tarefa que vai além do fato de criar. É atingir algo muito maior que é a realização de um sonho, um desejo forte e intenso de ser abraçado e acolhido”, continua.

“O impacto é muito maior do que podemos imaginar, visto que o brilho no olhar que podemos ver naqueles que recepcionam essas peças idealizadas, planejadas, confeccionadas e concretizadas com tanta dedicação e carinho. Não tenho palavras para expressar a minha gratidão de ser um canal pelo qual tudo isso pode acontecer, orientando nossos alunos que aceitaram o desafio de colocar em prática os conhecimentos adquiridos por um bem maior, e poder trazer aos jovens designers a experiência de trabalhar conosco, tornando um momento único de trocas e compartilhamentos. Com isso posso assegurar que o maior ganho foi nosso”, conclui Veronica. 

“O projeto foi uma experiência muito massa! Eu venho me interessando há uns anos pela área de Design Social, que traz a responsabilidade de obter mudanças significativas para a sociedade através de processos e soluções de design, englobando sustentabilidade, desenvolvimento humano e capital social”, afirma Maria Stella Oliveira, aluna de Design do Mackenzie, em nome de seus colegas.

“Acho que gratificante é a palavra que melhor define a experiência como um todo! Foi um desafio com um resultado muito acalentador, se é que posso chamar assim. Desafio porque eram muitos parâmetros para serem levados em conta no projeto do mobiliário para as mães e seus filhos, mas fomos de certa forma apenas o elo entre as duas pontas”, salienta.  

“Ficamos encantados com ambos os projetos. E no Leo Social nos envolvemos bastante com a equipe que produziu as cômodas. Criamos uma relação bem legal mesmo! O sentimento ao final de tudo isso foi de ter a dedicação recompensada por poder levar móveis de qualidade excepcional para a Ellen e para a Mayara, mas não só isso. Sinto que conseguimos entregar boas soluções de design e ergonomia, mas que teve também muita entrega da nossa parte, em termos de carinho e envolvimento com tudo relacionado ao projeto”, conclui a estudante.  

“Foi um dia muito gratificante. A entrega dos móveis do Marcenaria do Bem com o Leo Social e o Mackenzie em Parelheiros. Os pequenos Noah e Pedro receberam seus móveis e ficamos muitos gratos por essa experiência”, enaltece Enio Moura, aluno do curso de Meio Oficial de Marcenaria do Leo Social.  

Marcenaria do Bem

Foto: Alunos do Leo Social

O Marcenaria do Bem nasce como parte do projeto de formação de nosso principal curso, o Meio Oficial de Marcenaria, no qual nossos alunos criam um móvel, que será doado a um primeiro “cliente” desses alunos. Esse cliente pode ser instituições sociais ou famílias em situação de vulnerabilidade.  

Também no dia 15 de junho, outra turma do curso de Meio Oficial realizou a entrega de móveis na casa do João Paulo, de 22 anos, que trabalha como Auxiliar de Produção na Central de Serviços da Leo Madeiras. o João Paulo escreveu uma carta explicando o porquê merecia ganhar um móvel produzido pelos alunos do curso. Após ter sua carta acolhida pelo comitê institucional do Leo Social, ele recebeu um guarda-roupa e um armário em sua casa (confira a história aqui).  

No pilar Cuidar, o Marcenaria do Bem incentiva nossos alunos a cuidarem e a empreenderem suas próprias vidas. E tem como objetivo fazer o bem e cuidar das pessoas, seja ensinando, construindo um móvel ou até mesmo com algum valor financeiro, como ocorreu durante a pandemia (leia mais).

+ Notícias

Curta e compartilhe!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
WhatsApp
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support